O Meio

Fafe é uma cidade jovem, no quadro de um concelho cujas raízes remontam a tempos imemoriais. Por aqui passaram diferentes civilizações, entre as quais os lusitanos e os romanos, que moldaram alguns dos recantos mais belos desta terra.
Em 1513, o Rei D. Manuel concedeu foral ao concelho de Montelongo, antiga designação de Fafe, que no século XIX ascende a vila e em 1986 é elevada a cidade como reconhecimento do surto de progresso a vários níveis ocorrido após o 25 de abril de 1974.
A cidade de Fafe é a sede do concelho com o mesmo nome, sendo constituído por 25 freguesias após a reforma administrativa ocorrida em janeiro de 2013.
A Cidade dista cerca de 36 Km da capital de distrito, Braga, 70 Km do Porto e 386 Km de Lisboa, a capital do país.
Com a área de 219,08 Km2 e uma população de cerca de 50.633 habitantes (densidade populacional 231,1 hab/km2), o concelho inscreve-se em pleno Minho verde, concretamente na sub-região do Vale do Ave, de que o mais importante afluente, o Vizela, nasce no território do município.
Constitui o território do concelho um expressivo ambiente de montanha. A altitude média é da ordem dos 550 metros, atingindo-se nalguns pontos cotas superiores a 850 metros.
A cidade de Fafe ocupa uma localização concêntrica em relação ao concelho e às principais vias de acesso. O centro urbano ocupa uma área de 7.97 Km2 e uma população residente de cerca de 15.703 habitantes, correspondendo-lhe uma densidade populacional de 1.970 hab./Km2.
A cidade é um espaço moderno, com apenas século e meio de existência na sua configuração atual. A par da sua arquitetura mais recente, impõe-se no centro histórico a "arquitetura dos brasileiros". Aqui se encontram os serviços públicos mais importantes, os bancos, a atividade comercial, as escolas (desde o Ensino Pré-escolar ao Ensino Superior), bem como os principais equipamentos culturais e desportivos.

(Obtido do documento Projeto Educativo)